ARPI

Poema da Páscoa

Poesia da Páscoa

Estamos aqui todos juntos
Sentados com muito amor
É preciso fazer silêncio
Porque morreu o senhor

Bem precisamos dele
Para nos guardar
Era bom e assim seria
E que nos acuda desta maldita pandemia

Vamos usar a máscara
E mantermos afastados a todos
Nós não somos objetos
Lembrem-se dos nossos filhos e netos.

Muitos não querem a máscara
Dizem que não precisam
Cumpram o que o governo pede
E tenham muito juízo.

Eu peço a nossa senhora
Do fundo do coração
Para vivermos com alegria
Na nossa associação

Quando é que isso será
mas para isso acontecer
Há-de passar o tempo
E o maldito bicho morrer

Eu tenho muito respeito
Pelos que são os primeiros
Tratar esta pandemia
Os médicos e enfermeiros.

Já basta de tristeza
Eu vivo dos meus afetos
Beijinhos para todos
Minhas filhas e meus netos.

Quando viemos ao mundo
Viemos para amar
Tenhamos fé
Que o Senhor vai ressuscitar.

 

Hortência Pereira Costa
2021.04.01